Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Terça-feira, 16 de Julho de 2024
Portal
Portal

Policial

Policiamento montado da PMAM traz visibilidade e imponência em ações de segurança pública

No dia 10 de Maio são celebradas a bravura e tradição do policiamento montado

No Faro da Notícia
Por No Faro da Notícia
Policiamento montado da PMAM traz visibilidade e imponência em ações de segurança pública
Foto: Divulgação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

No dia 10 de Maio é celebrado o Dia da Cavalaria e a Polícia Militar do Amazonas tem uma unidade especializada que alia a potência dos equinos com a força policial: o Regimento de Policiamento Montado Coronel Bentes (RPMon). A unidade integra as ações de patrulhamento nas ruas da capital e exerce forte influência nos trabalhos do Sistema de Segurança Pública. O setor se destaca, não apenas pela sua eficiência operacional, mas também pela imponência e respeito que transmite à população.

O RPMon promove a segurança pública por meio do policiamento montado: ação de presença, plataforma elevada, visibilidade, impacto psicológico, versatilidade e mobilidade. A imagem de um policial montado no cavalo gera uma presença imponente e inspiradora, que supera a visão de uma patrulha a pé ou motorizada.

O capitão PM Moacir Strieder, do RPMon, explica que a unidade atualmente dispõe de um plantel de 53 equinos, sendo de 35 a 40 cavalos prontos para o serviço.

Publicidade

Leia Também:

"A atuação de policiamento montado é sempre bem-vista pela sociedade devido às características que ele proporciona com a visibilidade, o impacto psicológico, a permanência no terreno, a flexibilidade, a maleabilidade e também no aspecto social", explicou o capitão.

Ainda segundo ele, o RPMon possui projetos sociais como o Núcleo de Equoterapia, que fornece um serviço gratuito para a sociedade amazonense. A principal função desempenhada pela cavalaria da PMAM é garantir a efetividade nas operações de controle de multidões de eventos de grande porte, como policiamento ostensivo preventivo.

A contribuição em uma abordagem diferenciada acontece principalmente pelo impacto psicológico que causam, pela mobilidade e versatilidade de atuar em vários terrenos e condições pela plataforma elevada em que o policial militar opera, sempre acima da linha do horizonte do público, bem como pela visibilidade (ver e ser visto) e pelo tempo de atuação no terreno, em andadura ao passo. Mantém-se o policiamento montado mais tempo e visível na área de atuação do que nos processos motorizados ou a pé.

RPMon em ação

A presença da cavalaria é mais impactante em praças desportivas, como jogos de futebol; em protestos e manifestações; reintegrações de posse e crises prisionais, atuando na contenção e seguranças externas aos estabelecimentos prisionais.

O treinamento dos cavalos para lidarem diretamente nos eventos acontece por um processo denominado 'dessensibilização', onde os equinos são submetidos a todos as sensações e estímulos táteis, visuais e sonoros que encontrarão no ambiente de policiamento ou de grandes eventos, como: trânsito, luzes, objetos, público, bandeiras, rojões, som alto e veículos. Tudo de maneira racional, sem castigos, o que garante que o equino esteja sempre tranquilo, não assustado e submisso às ajudas e comandos dos cavaleiros.

A estratégia utilizada no emprego dos equinos é de realizar a segurança periférica, patrulhando os entornos, garantindo a visibilidade do policiamento e transmitindo a sensação de segurança. Caso a situação evolua, o policiamento montado pode atuar em apoio aos demais processos de policiamento, como força persuasiva e de dispersão.

Em locais de agitação e aglomerações, os animais lidam com tranquilidade e submissão aos comandos do cavaleiro. Essas virtudes vêm através do treinamento constante e da dessensibilização dos equinos, de modo que apresentem controle quando estão em serviço com agitação ou grande concentração de públicos.

Critérios e capacitação

Os critérios usados para fazer a seleção do equino levam em consideração primeiro a raça: equinos que possuem características físicas e comportamentais mais adequados ao policiamento; depois a altura (1,65) e a pelagem (castanhos ou alazães), que garantem o impacto psicológico em relação à população.

Os equinos começam a atuar com 4 a 7 anos (cavalos jovens) e se estendem até os 20 anos nas atividades policiais. Outros requisitos para o animal compor a equipe é a de serem domados, aceitarem encilhamento e montaria (teste de habilidades); estar com a saúde em dia (inspeção veterinária); e de preferência machos castrados.

O treinamento dos policiais da cavalaria acontece através do Curso ou Estágio de Policiamento Montado, que habilita o policial militar para atuar nas missões específicas do Regimento, policiamento montado, choque montado e guardas e escoltas.

Em uma cidade onde os desafios são constantes, o RPMon continua a desempenhar um papel fundamental na proteção da população, não apenas pela sua habilidade de resposta de grandes eventos, mas também pela imponência de uma unidade que representa a tradição e modernidade em ações diferenciadas.

Comentários:
No Faro da Notícia

Publicado por:

No Faro da Notícia

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!