Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Domingo, 19 de Maio de 2024
Portal
Portal

Saúde

Manaus registra mais 23 novos casos de dengue, aponta relatório

Prefeitura atualiza cenário epidemiológico de arboviroses em nova edição de informe.

No Faro da Notícia
Por No Faro da Notícia
Manaus registra mais 23 novos casos de dengue, aponta relatório
Foto: Reprodução
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Prefeitura de Manaus divulga a 16ª edição do Informe Epidemiológico das Arboviroses, nesta segunda-feira, 22/4, atualizando o cenário de dengue, zika, chikungunya, oropouche e mayaro na capital. Elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o relatório semanal traz dados de casos das doenças transmitidas por mosquitos, registrados na Semana Epidemiológica 16, de 14 a 20 de abril.

Do informe, constam 23 confirmados casos de dengue, entre 102 casos notificados (suspeitos) na última semana. Neste ano, o município soma 1.980 casos confirmados da arbovirose e 8.139 notificados; dentre estes, 571 continuam sendo investigados. Permanece o total de um óbito decorrente da doença, e um outro está em investigação.

Os números de casos de zika se mantiveram no patamar anterior, sem registro de novos casos suspeitos ou confirmados. Neste ano, foram notificados no município 62 casos suspeitos da doença, dos quais 20 foram confirmados e 2 seguem em investigação. Não constam óbitos confirmados ou sob investigação pela arbovirose no informe.

Publicidade

Leia Também:

Um caso suspeito de chikungunya foi notificado na última semana, não havendo confirmação de novos casos. O total de registros da doença neste ano permanece em quatro, confirmados dentre 72 notificados, 17 dos quais seguem em investigação. Não há registro de óbitos confirmados ou em investigação.

De acordo com o informe da Semsa, o município contabiliza, em 2024, 866 casos de oropouche, após a confirmação de oito novos casos na última semana epidemiológica. Mantém-se em um o total de óbitos causados pela doença, não havendo casos ou óbitos em investigação.

Com uma nova confirmação na última semana, chega a três o número de casos de mayaro registrados neste ano em Manaus. Não há óbitos confirmados pela doença, nem casos ou óbitos em investigação.

Todos os casos de oropouche e mayaro relatados no informe são confirmados por critério laboratorial. A publicação não traz números de casos notificados das arboviroses, por não se tratarem de agravos de notificação obrigatória.

O Informe Epidemiológico das Arboviroses da Semsa é elaborado pelas gerências de Vigilância Epidemiológica, de Vigilância Ambiental e Controle de Agravos por Vetores, e do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde. A publicação reúne dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), sujeitos a atualização.

Todas as edições da publicação podem ser consultadas no site da Semsa, com acesso pelo link https://semsa.manaus.am.gov.br/vigilancia-epidemiologica/boletim-arboviroses/.

Prevenção e controle

A Semsa Manaus vem intensificando as ações de prevenção e controle da dengue e demais arboviroses, dentre as quais se incluem o manejo ambiental e inspeções dos agentes de vigilância nas residências. As medidas são desenvolvidas de forma permanente pela secretaria, com reforço no período de chuvas, mais favorável à proliferação de vetores das doenças.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, ressalta que o combate aos mosquitos requer a adesão da população às medidas preventivas para eliminação de criadouros das espécies nos quintais e casas, onde se encontram três em cada quatro focos de infestação. As medidas, elencadas no Checklist 10 Minutos contra a Dengue, incluem a limpeza de calhas e ralos, a vedação adequada de caixas d’água e o descarte correto de entulhos e dejetos nos quintais, entre outras.

“Em acréscimo às ações de enfrentamento das arboviroses, a Semsa vem vacinando meninos e meninas de 10 a 14 anos contra a dengue”, afirma a secretária.

Shádia lembra que a faixa etária de vacinação contra a dengue da Semsa foi ampliada na sexta-feira, 19/4, por orientação do Ministério da Saúde, para evitar a perda de doses que não foram aplicadas na população prioritária e que tinham validade até 30 de abril. O estoque, no total de 3.700 doses, esgotou-se em apenas um dia em todas as mais de 70 unidades de saúde que ofertam o serviço.

“Foi um movimento grande de pessoas que veem a importância de se vacinar e foram às unidades para receber a proteção. Pedimos também o apoio de pais e responsáveis em levar seus filhos para se vacinarem, e assim termos um resultado mais efetivo na imunização”, orienta.

A vacinação de crianças e adolescentes de 10 a 14 anos segue em mais de 70 pontos de vacinação da Semsa, inclusive aos sábados, das 8h às 12h, em oito unidades da rede básica municipal. A lista completa de unidades que ofertam o serviço, com endereços e horários de funcionamento, está disponível em https://bit.ly/salasvacinaqdenga.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, após receber a dose, a criança ou adolescente deve permanecer de 15 a 30 minutos no posto de saúde, para observação. O imunizante deve ainda ser aplicado de forma isolada, com intervalo de 30 dias de outras vacinas atenuadas (Febre Amarela, Varicela e Tríplice Viral) e de 24 horas para as demais do calendário básico.

AMPOST 

Comentários:
No Faro da Notícia

Publicado por:

No Faro da Notícia

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!