Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Domingo, 19 de Maio de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Saúde

Entenda por que os casos de pressão alta crescem entre os jovens

O número de mortes causadas pela doença cresceu 72% na última década

No Faro da Notícia
Por No Faro da Notícia
Entenda por que os casos de pressão alta crescem entre os jovens
Foto: Reprodução
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A hipertensão, também conhecida popularmente como pressão alta, é uma condição de saúde que afeta cerca de 45% da população brasileira, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ela é caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Além disso, é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, como doença arterial coronariana, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência renal.

Embora tradicionalmente associada a pessoas mais velhas, a pressão alta tem se tornado um problema comum entre os jovens. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, mais de 3,5 milhões de crianças e adolescentes têm a condição no Brasil.

Para o Dr. Roberto A. Vasques Jr., coordenador de Cardiologia do Hospital São Luiz Jabaquara, a rotina intensa, o sedentarismo e os maus hábitos alimentares são fatores que contribuem para o crescimento da doença entre a população mais jovem.

Publicidade

Leia Também:

Aumento de casos no país

No Brasil, de acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, o número de hipertensos está em expansão na última década. Em 2021, foram registradas 39.964 mortes pela doença, dado 72% superior em relação a 2011, com 23.233 óbitos por pressão alta.

“Podemos dizer que o Brasil vive uma transição epidemiológica de hipertensão arterial. A interpretação dos números sugere que as próximas gerações sofrerão com um incremento substancial na prevalência de hipertensos e suas complicações, como reflexo direto os maus hábitos atuais”, alerta o Dr. Roberto A. Vasques Jr.

Prevenindo a pressão alta

De acordo com o especialista, para não se chegar à velhice hipertenso, algo comum a 65% dos idosos, os mais novos devem se antecipar e agir preventivamente, incluindo ações funcionais, saudáveis e proativas ao bem-estar corporal, psicológico e espiritual.

“Dietas baixas em gordura, tais quais a mediterrânea, a vegetariana/vegana, a nórdica, além de uma ingestão baixa de carboidrato e sódio, trarão benefícios de longo prazo. Um apoio mental, de psicólogos/psicoterapeutas, e até mesmo espiritual, é igualmente recomendável. Tudo isso promoverá uma rotina mais saudável e equilibrada nesses dias corridos”, analisa o Dr. Roberto A. Vasques Jr.

Importância do diagnóstico precoce

A hipertensão arterial geralmente é assintomática, pois menos de 10% dos pacientes apresentam sintomas, como tontura, falta de ar, palpitações, dores de cabeça e alteração na visão. Essa característica da doença ressalta o papel primordial dos exames de rotina para diagnóstico precoce, fundamental para iniciar o tratamento adequado antes do surgimento de outras complicações.  

“É importante que o paciente esteja em dia com seus exames, mas também mantenha o zelo com a própria saúde. Ações como praticar esportes e atividades físicas, controlar o peso, não fumar, ingerir álcool com parcimônia e controlar o diabetes complementam a chave para não ter problemas arteriais na juventude e, por consequência, na maturidade”, recomenda o profissional do São Luiz Jabaquara.

O TEMPO

Comentários:
No Faro da Notícia

Publicado por:

No Faro da Notícia

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
Portal
Portal

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!