Portal de Notícias Demonstrativo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Terça-feira, 18 de Junho de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Geral

Casal Nardoni busca anular sentença pelo assassinato de Isabella

Condenados pela morte de Isabella, ambos negam assassinato até hoje e vão entrar com revisão criminal.

No Faro da Notícia
Por No Faro da Notícia
Casal Nardoni busca anular sentença pelo assassinato de Isabella
Foto: Reprodução
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá preparam uma ação judicial para tentar anular a sentença pelo assassinato de Isabella Nardoni, de 5 anos, ocorrido em 2008. Isabella foi agredida e jogada da janela do sexto andar de um prédio na zona norte de São Paulo. Atualmente, ambos cumprem pena no regime aberto, fora da cadeia.

Condenados em 2010, Nardoni e Jatobá continuam negando o crime. Agora, a defesa do casal vai entrar com um pedido de revisão criminal, recurso usado para contestar decisões definitivas. Em outubro de 2018, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) manteve a decisão que considerou o casal culpado. No entanto, a pedido da defesa, o processo foi reativado no fim de 2022.

Desde então, os advogados questionam o destino de materiais usados nas perícias, como amostras sanguíneas e objetos guardados no Instituto de Criminalística (IC), e pedem para reexaminar as provas. Na decisão mais recente, a juíza Andrea Coppola Brião, da 2ª Vara do Júri do TJSP, rejeitou a solicitação, mencionando que parte do material já foi destruída com conhecimento das partes.

Publicidade

Leia Também:

A magistrada afirmou que o direito da defesa de examinar os autos não justifica a liberação de acesso a todo o material resguardado. Ela sugeriu que os advogados nomeassem um perito particular para justificar o pedido, destacando que os defensores não são “habilitados tecnicamente” para analisar as evidências de forma direta.

Roberto Podval, advogado do casal, confirmou que as recentes movimentações visam a coletar informações para contestar a sentença. “Estamos preparando uma revisão criminal e precisamos de alguns documentos”, disse.

O Código de Processo Penal (CPP) prevê revisão criminal em três circunstâncias: descoberta de novas provas de inocência, sentença contrária ao texto da lei ou à evidência dos autos, e decisões baseadas em depoimentos ou documentos falsos. Em 2013, a defesa apresentou um laudo de peritos americanos indicando que Isabella não foi esganada por Nardoni ou Jatobá, contrariando o Ministério Público de São Paulo.

Este ano, em novo exame criminológico, Nardoni negou novamente o crime e afirmou que buscará esclarecer os fatos enquanto estiver vivo. “Parte de mim morreu junto com ela e nunca mais me sentirei completo”, disse. Nardoni foi condenado a 30 anos de prisão e Jatobá a 26 anos, ambos atualmente em regime aberto.

AMPOST 

Comentários:
No Faro da Notícia

Publicado por:

No Faro da Notícia

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
Portal
Portal

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!